CENTRAL DE ATENDIMENTO: (21) 3237-9200  |  CONTATO@IBOL.COM.BR  |  INTRANET  |  INÍCIO  |  

IBOL - Instituto Brasileiro de Oftalmologia

Opções de tratamento para retinopatia diabética

Uma atualização sobre tratamentos disponíveis para a retinopatia diabética proliferativa foi o tema apresentado pelo oftalmologista Oswaldo Ferreira Moura Brasil na reunião científica do IBOL, no mê.s de julho de 2018

Dr. Oswaldo abordou tanto as vantagens como desvantagens da terapêutica mais antiga com laser como o uso de medicamentos antiangiogênicos que inibem a formação de novos vasos. Os antiangiogênicos são injeções intravítreas aplicadas para tratar diversas doenças que afetam a retina, inclusive retinopatia causada pelo diabetes.

Segundo estudos epidemiológicos, apresentados pelo Dr. Oswaldo, 50% dos pacientes com diabetes tipo 1, há mais de 20 anos, e que descobriram a doença ainda jovens, com menos de 30 anos, têm ou terão retinopatia diabética proliferativa.

Dr. Oswaldo trouxe ainda outro estudo que aponta que um em cada cinco pacientes com diabetes tipo 1 ou 2, depois de 15 anos, serão acometidos pela retinopatia diabética proliferativa.

“São pessoas que começam a doença muito jovens e que ainda jovens terão comprometimento da visão.”

Uma outra doença oftalmológica que gera preocupação, segundo ele, é a retinopatia diabética não proliferativa grave. Dr. Oswaldo explica que a importância de se conhecer bem esses casos é que, em até um ano, 75% desses pacientes evoluirão para a forma proliferativa.

“Embora possam ter uma boa visão, três em cada quatro pacientes terão problemas que podem comprometer a visão, ressaltou.

A retinopatia diabética afeta pacientes diabéticos e os sintomas mais comuns são visão turva, distorcida, com manchas e a perda progressiva da acuidade visual.

Esses sintomas só aparecem em estágios mais avançados da doença, podendo o paciente viver muito tempo sem saber da existência do problema.

Por isso, é fundamental que diabéticos visitem regularmente o oftalmologista.

 


© 2018 IBOL - A cópia deste conteúdo está autorizada, desde que citada a fonte.