ESPECIALIDADES | OFTALMOPEDIATRIA

Especialidade que previne e trata as doenças oculares da infância.

ESTRABISMO

Distúrbio que afeta os olhos de crianças, adolescentes e adultos. Existem três formas da condição: quando um ou ambos os olhos se movem para dentro, na direção do nariz; quando um ou os dois olhos se deslocam para fora; quando o deslocamento ocorre para cima ou para baixo.
Os desvios podem ocorrer constantemente em um mesmo olho ou se alterar entre os olhos. Também podem aparecer esporadicamente ou em condições especiais.

CATARATA CONGÊNITA

Acontece quando a lente natural do olho do bebê, o cristalino, nasce opaco. Elas podem aparecer em 4 tipos: catarata polar anterior, polar posterior, nuclear e cerúlea. 

Dependendo da densidade e localização da opacificação do cristalino, a catarata precisa ser removida por cirurgia, permitindo um desenvolvimento normal da visão do bebê e prevenindo a cegueira. 

GLAUCOMA CONGÊNITO

Embora mais frequente em adultos, é uma doença oftalmológica que também afeta bebês e crianças. O glaucoma é a pressão ocular alta, em decorrência do acúmulo de humor aquoso que fica represado dentro do olho.

Nas crianças, a doença se caracteriza por um globo ocular aumentado e alterações na transparência da córnea que fica branco-azulada, como se uma membrana estivesse cobrindo o olho.

RETINOPATA DA PREMATURIDADE

Ocorre devido à vascularização inadequada da retina imatura dos recém-nascidos prematuros. É uma das principais causas de cegueira prevenível na infância, sendo responsável por 50.000 crianças cegas em todo o mundo.

Baixo peso ao nascimento (menor que 1,5kg), idade gestacional (antes de completar 32 semanas), uso de oxigênio suplementar (mais que 50 dias) e doenças coexistentes são fatores de risco.